quinta-feira, 30 de junho de 2011

Manifeste-se sobre o desrespeito ao sentimento religioso ocorrido na Parada Gay


A Parada do Orgulho Lésbico, Gay, Bissexual e Transgênero de São Paulo decidiu este ano utilizar imagens ofensivas aos católicos para promover o uso do preservativo nas relações homossexuais.

O evento, que teve como tema um versículo do Evangelho de São João manipulado - "Amai-vos uns aos outros: basta de homofobia!" - colocou 170 cartazes em postes ao longo da avenida Paulista, com modelos masculinos representando santos católicos como se fossem homossexuais, seminus e em posturas eróticas, ao lado das mensagens: "Nem santo te protege" e "Use camisinha".

O fato foi uma clara provocação e um desrespeito à Igreja e às práticas religiosas de 155 milhões de brasileiros que professam a fé católica. É um ataque, deboche e vilipêndio do ensinamento moral da Igreja, que considera - sendo fiel à Revelação - os atos homossexuais intrinsecamente maus.

O Código Penal, no artigo 208, assinala que é crime:

"escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso. Pena – detenção de um mês a um ano, ou multa".

O que houve na Avenida Paulista durante a "Parada LGBT" foi vilipêndio público do culto católico e ofensa ao sentimento religioso. O fato se torna ainda mais grave pelo fato de a Parada receber financiamento público, especialmente dos Ministérios da Cultura e da Saúde, da Petrobrás, da Caixa Econômica Federal e da Prefeitura de São Paulo. Consideramos que se este episódio passar despercebido, outros mais graves virão.
Se você sentiu-se ofendido e agredido na sua fé com os cartazes desrespeitosos à fé católica na "Parada LGBT", convidamos a:



AQUI
.
AQUI

Um comentário:

  1. Ser homossexual não é problema algum que impeça de salvação. São considerados como qualquer pessoa diante de Deus, desde que sejam castos, diz a Igreja. Porém, aos desobedientes: Rm 1.27 lê-se: … homens, deixando a relação natural com a mulher, arderam de desejo uns para com os outros, praticando torpezas homens com homens e … Em 1 Cor 6.9…nem os sodomitas…herdarão o Reino de Deus. Veja ainda: Ap 21.8 e 22.15. Destina-se também às pretensas igrejas quer evangélicas ou outras recém fundadas, no intuito. As práticas sodômicas são duramente condenadas por Deus, desde o AT, idem NT.
    Porém, há uma soturna cultura que é imposta aos gays subsidiada, sem preceberem, interessada na destruição de toda ética-moral cristã, a Internacional Socialista por detrás, usando-os. Interessante que se julgam-se privilegiados, mas ao fundo os detesta, havendo possibilidade de em algum tempo saberem quem os cativava...
    Por outro lado, se mantiverem sem conversão e na prática recorrente do homossexualismo sob alegação de proteção bíblica ou legal para tal procedimento como alardeiam por aí, inclusive que não existe inferno, certamente o diabo vai agradecer oportunamente ao recebê-los após a morte, por desde já se ocupar com outros: esse já é de casa!
    Quanto à imagem da Catedral de Curitiba postada em formulário de propaganda de parada gay - foi retirada - e mesmo os deboches constantes nos desfiles satânicos que promovem, usando fotos de ícones católicos subvertidamente lascivos - nessas horas o diabo incentiva o despudor e saltita em meio a eles sem o perceberem - eles odeiam a nós, a Igreja católica e tudo atinente a ela e logicamente a Jesus Cristo; aliás, meus amigos e eu iniciamos um boicote total aos gays: não colaboraremos doravante jamais com eles em salões de beleza ou qualquer atividade onde possamos gerar-lhes recursos financeiros; eles merecem. Se gostarem, levem à frente...

    ResponderExcluir

Receba nossas atualizações